Meu filho está respondão, o que fazer?

Meu filho está respondão, o que fazer?

Em algum momento na infância, algumas crianças começam a fazer gestos desrespeitosos e dar respostas atrevidas que vão além da idade delas, é uma situação incômoda, mas não é um bicho de sete cabeças. Existem algumas maneiras de inibir esse tipo de comportamento. Veja as dicas:

Mantenha a compostura

Você não precisa aturar o mal comportamento do seu filho, mas é preciso ficar atenta (o) em como você reage ao que ele fizer. Se você for muito tolerante com a atitude da criança, o mais comum é que vá se tornando um hábito. Por outro lado, se você for muito rigoroso, a criança pode entender que não pode se expressar.

É importante ressaltar que crianças que começam a responder estão sentindo emoções intensas que não são capazes de compreender, então se expressam da maneira que faz aliviar as emoções. Tente não gritar nem fazer ameaças. Respire fundo e conte de forma decrescente a partir do 20. Evite discussões em público.

Encontre o motivo

Muitas coisas podem estar causando esse comportamento. Pergunte como ela está, se houve algo na escola que ela queira dividir com você, por exemplo. Dê espaço para ela refletir sobre o que está passando e mostre que você é um porto seguro no qual ela pode confiar.

Lembre-se também que ela pode estar apenas replicando algo que viu outra criança ou um adulto fazer. Elas ainda estão aprendendo o que é certo e o que é errado. Seja claro sobre isso. Mostre que não há problema em conversar sobre o que está sentindo, nem dizer que está cansado ou com raiva. Mas que isso não deve ser feito em forma de xingamento. Estabeleça também os limites e mostre que se eles forem ultrapassados haverá consequências.

Os adultos moldam as crianças

O mais importante é lembrar que os adultos são os espelhos das crianças. Se você trata alguém mal na frente do seu filho, ele vai internalizar que é daquela maneira que ele deve tratar as pessoa. Molde o comportamento dele através das suas atitudes. E, não esqueça de elogiá-los sempre. Eles precisam se sentir bem consigo mesmo para lidar melhor com as situações do dia a dia.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *